0
Blog
ÚLTIMOS ARTIGOS
Aumento da Conta de Luz
25
ago

Aumento da Conta de Luz – O que fazer?

Atualmente temos percebido um aumento da conta de luz e isso não é nada bom. Isso acontece por causa dos […]

mulher nadando representando como aquecer uma piscina
18
fev

Como aquecer uma piscina com aquecedor a gás: confira as dicas!

Nada melhor do que uma piscina quentinha para relaxar! Por isso, aquecê-la pode ser uma ideia muito boa para as […]

Como escolher aquecedor a gás: 4 dicas para não ter dor de cabeça

Publicado em 23 de abril de 2020

Como escolher aquecedor a gás

Qualquer novo investimento desperta inúmeras dúvidas e inseguranças, correto? Imagine o seguinte cenário: você acabou de comprar um apartamento novo e descobriu que é obrigatório usar o aquecedor a gás. Contudo, a sua casa sempre teve um chuveiro elétrico, e você não entende absolutamente nada sobre o assunto. Afinal, como escolher um aquecedor a gás?

Pensando nisso, preparamos um artigo com algumas dicas importantes para evitar dor de cabeça para aqueles que ainda não sabem muito bem como esse sistema de aquecimento funciona. Ficou interessado? Então, continue a leitura!

O que é um aquecedor a gás e quais são seus benefícios

Basicamente, o aquecedor a gás é um equipamento de alta tecnologia que está ganhando cada vez mais espaço nas residências brasileiras. Nele, a água fria passa por um cano de cobre (serpentina do equipamento) que a aquece por meio de uma chama alimentada por gás – seja ele gás natural ou liquefeito de petróleo. Este processo é praticamente instantâneo.

Os principais benefícios de utilizar um aquecedor a gás são:

  • Água na temperatura que você preferir;
  • Economia na conta de energia elétrica;
  • O aquecedor tem uma vida útil de 10 a 15 anos;
  • Uso de duchas que podem proporcionar um banho com conforto e relaxamento.

4 Dicas sobre como escolher aquecedor a gás

Como destacamos no início do texto: saber como escolher um aquecedor a gás não é uma tarefa simples. Então, leia atentamente nossas 4 dicas e invista no equipamento certo!

1. Local de instalação

A primeira dica é: antes mesmo de pesquisar sobre aquecedores a gás, pense onde ele será instalado e verifique a questão hidráulica. É comum que alguns banheiros não possuam tubulação de água separada, sendo então, necessária uma pequena reforma para que os tubos de PVC transportem água fria; e os de cobre (ou material adequado), água quente. Além disso, prepare a estrutura para o gás que alimentará o sistema.

2. Estude os pontos de consumo

Para escolher o dimensionamento correto do equipamento, você deve analisar quais serão os pontos de consumo. Não foque na quantidade de pessoas que farão uso da água aquecida, mas sim os locais que podem ser usados de forma simultânea. Ou seja, o número de pontos de consumo vai definir a capacidade do seu aquecedor a gás. Além disso, não deixe de considerar a vazão da ducha também.

3. Conheça o dimensionamento dos aquecedores a gás

Existem 5 principais tipos de dimensionamentos de aquecedores a gás, são eles:

  • Aquecedor de 8 litros: comporta bem um banheiro com chuveiro;
  • Aquecedor de 10 a 15 litros: atende um banheiro com chuveiro e pode, eventualmente, atender um chuveiro e uma torneira abertos ao mesmo tempo;
  • Aquecedor de 18 a 20 litros: atende um banheiro e pode atender até dois banheiros próximos com duchas de 8 litros de vazão;
  • Aquecedor de 22 a 26 litros: pode atender dois banheiros, com ducha de no máximo 10 litros de vazão (considerando uso simultâneo);
  • Aquecedor de 30 a 37 litros: é capaz de atender três banheiros, com duchas de no máximo 10 litros de vazão (podem ser duchas maiores se for somente um ponto em uso);
  • Aquecedor acima de 37 litros, para demandas mais robustas.

4. Escolhendo o tipo de aquecedor a gás

Essa etapa é muito importante, uma vez que é aqui que definimos o tipo de aquecedor. Essencialmente, existem duas principais opções: o aquecedor de acumulação e o aquecedor de passagem.

No primeiro, a água é aquecida previamente em um reservatório. Ele é indicado para grande volume de água quente utilizado simultaneamente. Já no aquecedor de passagem, um dos modelos mais populares, a água é aquecida no momento em que se abre a torneira correspondente a água quente.

Além destas duas características, ainda é possível escolher entre os aquecedores digitais e os mecânicos. A diferença de preço entre os dois é assustadora, mas o desempenho deles justifica essa discrepância. Em resumo, o aquecedor mecânico possui uma chama estática, ou seja, ela permanece a mesma independentemente da quantidade de água que passar por ela. Se a demanda aumentar, será preciso regulá-la manualmente.

O aquecedor digital, por outro lado, faz essa regulação automaticamente. Quando a demanda aumenta, ele intensifica a chama para manter a temperatura desejada.

O que achou do nosso artigo sobre como escolher aquecedor a gás? Se gostou, compartilhe com seus amigos que estão pensando em investir nessa solução!

Além disso, se estiver procurando por aquecedor a gás em São Paulo, acesse nosso site e veja o catálogo de aquecedores que temos para a sua casa. Qualquer dúvida, entre em contato com o nosso time de vendas e lhe ajudaremos nessa escolha.

Nos vemos no próximo artigo!